Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

AINDA SOBRE O PROCESSO DE REQUALIFICAÇÃO DAS URGÊNCIAS

   O Parlamento aprovou hoje, com os votos favoráveis da oposição e contra do PS, dois projectos que recomendam ao Ministério da Saúde a suspensão imediata do encerramento de quatro SAP e do processo de requalificação das urgências.

Valença foi um dos locais onde recentemente houve protestos.

   Em causa estão dois projectos de resolução com recomendações ao Governo na área da saúde, um apresentado pelo CDS-PP e outro pelo PSD. 

   O projecto do CDS-PP recomenda a suspensão imediata dos Serviços de Atendimento Permanente (SAP) de Valença, Paredes de Coura, Melgaço e Arcos de Valdevez, todos no distrito de Viana do Castelo.
   O projecto do PSD recomenda a "suspensão imediata por três meses do processo de implementação de requalificação das urgências, a fim de se proceder a uma reavaliação global do programa".

In jornal Público online.

   Então e nós cá por Anadia, como é ficamos?

   Também queremos um serviço de urgência de atendimento permanente, que tão bons serviços prestou ao concelho e aos concelhos vizinhos.

publicado por cagido às 19:48

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Abril de 2010

PARA UMAS COISAS ESPANHA SERVE, PARA OUTRAS NÃO

   Governo quer impedir população de Valença de ir ao médico a Espanha

Lei não permite que se vá a Tui. Autarcas do Minho invocam acordo entre Sócrates e Zapatero que prevê serviços de saúde comuns

Se os minhotos forem a Tui, na Galiza, arriscam-se a receber a factura da consulta em casa, porque o Serviço Nacional de Saúde não pagará. O Ministério da Saúde quer impedir a população de Valença de ir ao médico a Espanha e o aviso foi feito através de uma nota informativa da Direcção-Geral da Saúde: o cartão europeu de seguro de doenças, que permite usar serviços noutro país europeu, não serve estes propósitos. Porém, um protocolo assinado pelo próprio primeiro-ministro, José Sócrates, e o seu homólogo José Luis Zapatero, no final de 2009, pode ser a solução para abrir as fronteiras entre o Minho e a Galiza e criar uma rede de saúde comum.
Um grupo de cinco autarcas minhotos, de Melgaço, Monção, Valença, Cerveira e Paredes de Coura, prepara-se para accionar o protocolo de cooperação transfronteiriça, que saiu da cimeira de Zamora, e aplicá-lo no Minho e na Galiza. A avançar, dá luz verde aos utentes para escolherem o hospital ou centro de saúde onde querem ser tratados, qualquer que seja o lado da fronteira.
Rui Solheiro, autarca de Melgaço e presidente desta associação ibérica, a Uniminho, garante que o assunto já estava a ser pensado há mais tempo, mas a decisão final foi tomada esta semana. Será preciso lançar um concurso e fazer um levantamento do número de utentes e das unidades de saúde existentes. Depois farão uma proposta formal aos governos de Portugal e Espanha para aprovação da rede. "Se os governos assinaram um protocolo-chapéu, acredito que será do seu interesse" avançar com o projecto do Minho e da Galiza, explica o autarca socialista ao i.
Em protesto contra o fecho do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) de Valença, os utentes da região anunciaram que vão passar a utilizar as unidades de Tui, a um quilómetro. O próprio alcaide de Tui, Antonio Fernández Rocha, já fez saber que serão bem-vindos. No entanto, o governo português não está disponível para pagar às autoridades espanholas por este serviço, até porque este acesso não tem cobertura legal. Contudo, caso avance a rede comum, "haverá contrapartidas negociadas entre ambos os países", refere Rui Solheiro. O autarca explica que o objectivo "vai muito além da questão de Valença". "Já há algum tempo estudávamos a possibilidade de utilizar o Hospital de Vigo, que tem valências que não existem no Hospital de Viana. Na altura não havia cobertura legal. Quando surgiu o acordo assinado entre Portugal e Espanha criou-se uma janela de oportunidade", adianta.
Os protestos contra o fecho do SAP, em Março, levaram a população de Valença a encher as ruas de bandeiras espanholas. "Gracias", têm respondido as autoridades do outro lado da fronteira.

Por Rute Araújo, Publicado em 09 de Abril de 2010, no jornal ionline

publicado por cagido às 11:57

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. AINDA SOBRE O PROCESSO DE...

. PARA UMAS COISAS ESPANHA ...

.arquivos

. Julho 2018

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds