Quarta-feira, 1 de Janeiro de 2014

COMO COMBATER A CRISE E MANDAR A TROIKA EMBORA?!

   Acabar o Ano Velho a trabalhar e começar o Ano Novo, igualmente, a trabalhar, ganhando pouco mais que o salário mínimo, tal como a minha mulher e mais alguns estão a fazer neste momento.

publicado por cagido às 14:55

link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Setembro de 2012

E O POVO VEIO PARA A RUA GRITAR


   Ontem o povo português mostrou o cartão amarelo ao governo e à troika, nas manifestações de rua em várias cidades do país. Se a situação dos portugueses não melhorar, julgo que da próxima vez será exibido o cartão vermelho.

   Faço votos para que Portugal retome o caminho da paz, do pão, da solidariedade, da igualdade, do trabalho e da justiça o mais depressa possível.

   Recorde o tema "Venham mais cinco" no vídeo, num espetáculo de Zeca Afonso no Coliseu dos Recreios.
publicado por cagido às 14:29

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Abril de 2012

ISTO PREOCUPA-ME

   É muito comum ver este senhor, em Anadia, junto aos contentores do lixo, procurando cartão ou algo mais, não tenho bem a certeza.

   Será que a Troika pensou/pensa nestas situações, nestas pessoas?

   De uma coisa tenho eu a certeza: a AMI e outras instituições de solidariedade social do nosso concelho e restante país, pensam e não se esquecem destas pessoas, muitas das vezes substituem aqueles que têm a responsabilidade de as cuidarem.

publicado por cagido às 11:21

link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Novembro de 2011

PENSAMENTO DE ANTÓNIO BARRETO É CONVERGENTE COM O MEU

   Já o referi há alguns dias atrás, que a questão da eliminação dos feriados não é um dos caminhos adequados no combate à grave crise económica.

   Leia o artigo em baixo, onde o sociólogo expõe a sua opinião, no qual não poderia estar mais de acordo com ele.

  

   António Barreto diz que redução de feriados é "uma falsa questão.

   O sociólogo António Barreto considera a redução de feriados nacionais "uma falsa questão" e defende que o problema grave que o Governo tem que resolver urgentemente são as tolerâncias de ponto e as pontes.

   "Em Portugal o que é um problema muito grave são as tolerâncias de ponto, as tardes de véspera de feriado, as pontes de dias inteiros, as tolerâncias de ponto nas pontes. São problemas terríveis que os governos que mudar urgentemente", disse à Lusa o sociólogo António Barreto.

   "Um bocadinho irritado" com a forma como está a ser discutida a hipótese de redução de quatro feriados nacionais, dois laicos e dois religiosos, António Barreto afirma tratar-se de "uma falsa questão" para o país que considera estar a "meio da tabela" em relação a cerca de 80 países.

   Excluindo o domingo de Páscoa, António Barreto, conta em Portugal "doze feriados" que deixam o país até "mais baixo na tabela" do que vários países europeus que têm " 14, 16, 18 ou até 19 feriados".

   Daí que para o sociólogo "o que é importante e urgente" é acabar com as pontes e tolerâncias de ponto e, numa segunda etapa, "fazer uma discussão serena, que não viesse misturada com a crise, sobre a recolocação de alguns feriados, que poderão passar a ser festas móveis para se poderem aproximar da sexta ou da segunda-feira".

   Já a discussão sobre a supressão de alguns dos feriados nacionais, António Barreto defende que deve ser analisada "com mais tempo e mais sossego", remetendo para daqui a três, quatro ou cinco anos, a decisão sobre se vale a pena suprimir alguns.

   Barreto recusa a discussão sob "ameaça" da troika.

   In Jornal de Notícias

 

   Felizmente que ainda existem pessoas com bom senso em Portugal.

publicado por cagido às 18:49

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

ESCOLA NOVA

   Apesar da crise continuam em bom ritmo, as obras da nova escola dos 2.º e 3.º ciclos e secundário de Anadia.

   Felizmente, a Troika não manda cortar neste tipo de investimentos.

publicado por cagido às 23:52

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. COMO COMBATER A CRISE E M...

. E O POVO VEIO PARA A RUA ...

. ISTO PREOCUPA-ME

. PENSAMENTO DE ANTÓNIO BAR...

. ESCOLA NOVA

.arquivos

. Julho 2018

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds